domingo, 23 de setembro de 2012

PROTRUSÃO DISCAL SINTOMÁTICA



É resultado da degeneração dos discos intervertebrais da coluna. Pode ser causado por vários motivos, entre eles o processo natural de envelhecimento. Essa degeneração causa fissuras em seu anel fibroso (o anel que circunda o disco), não conseguindo impedir que o núcleo pulposo escape para fora do espaço intervertebral, gerando um abaulamento que pode ser doloroso ou não. 

Conheça as opções de tratamento:


O tratamento varia conforme a complexidade do caso. 

Alguns não necessitam de cirurgias e tem seu tratamento realizado com medicamentos orais e locais seguido por programa fisioterápico de reforço muscular, ou seja, uma reabilitação completa da coluna lombar. Já outros casos são de tratamento cirúrgico, pois podem trazer danos neurológicos e dor limitante se persistirmos em trtamentos conservadores ineficazes. 

Convencionais: O estreitamento é tratado através da descompressão das partes afetadas. Convencionalmente é feito a abertura da região posterior da coluna, retirando-se toda a parede óssea posterior (lâmina e facetas articulares) do lado afetado e utilizam-se parafusos pediculares para a fixação do nível afetado.

Inovadores: Através de tubos dilatadores, chega-se até a parte posterior da coluna sem grandes danos aos tecidos e musculatura posterior. Abre-se uma pequena janela na parede óssea posterior, o que descomprime as estruturas nervosas. Não é necessário a utilização de parafusos e o movimento do nível afetado não é perdido.

No Centro Médico da Coluna Vertebral estamos preparados para todos os casos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário