terça-feira, 18 de outubro de 2011

ESPONDILOLISTESE DE ALTO GRAU: CENTRO MÉDICO DA COLUNA VERTEBRAL DESENVOLVE TÉCNICA DE FIXAÇÃO TRANSDISCAL COM SUCESSO

Nas espondilolisteses de alto grau, é muito comum a tentativa de ajuste da deformidade regional, com a redução total do deslizamento.

Em nossa experiência, temos notado que nem sempre a redução é relacionada aos melhores resultados e, em vista disso, desenvolvemos uma técnica diferente de instrumentação regional, com a realização de uma fixação in situ e transdiscal, com excelentes resultados.

Com a realização da Técnica Transdiscal, evitamos uma série de complicações ligadas às outras técnicas, tal como a necessidade de duplo tempo cirúrgico, aumento de índices de falhas mecânicas de material, com melhoria da recuperação destes pacientes e um menor tempo de permanência hospitalar.

Dr Henrique da Mota, MD, AFSA
Ortopedia e Cirurgia da Coluna
Especialista pela Universidade de Lyon - França  

Nenhum comentário:

Postar um comentário