quarta-feira, 19 de outubro de 2011

DEFORMIDADES DEGENERATIVAS DA COLUNA: O QUE PODE SER FEITO DE MELHOR

As deformidades que ocorrem nas doenças degenerativas da coluna podem causar dores por (1) desequilíbrio de eixo mecânico, com concentração de sobrecarga sobre regiões específicas, que se tornam inflamadas e doloridas ou (2) pelo surgimento de instabilidades entre os segmentos componentes da coluna, causando quadro de conflito da estrutura osteoarticular com as estruturas nervosas, produzindo dores por vezes invalidantes. É bastante importante que possamos estudar as situações acima de uma forma objetiva para um tratamento eficaz.

Uma correta avaliação passa pela necessidade de um minucioso estudo biomecânico de parâmetros sagitais e frontais, como pode-se ver pela figuras abaixo:


Parametragem sagital

Parametragem frontal

Parametragem dinâmica

Após o correto estudo dos parâmetros acima, é essencial o estudo de imagens de ressonância magnética nuclear para a melhor determinação de estado discal e de partes moles, com a finalidade de tornar mais objetiva a ação terapêutica. Isto é feito com a realização de uma classificação de estágios degenerativos.


Exame de ressonância para classificação de estado de tecidos moles

Com esta abordagem diagnóstica aumentamos a eficácia da ação terapêutica seja ela intervencionista, cirúrgica mini-invasiva ou cirúrgica convencional.



Centro Médico da Coluna Vertebral
Torre Saúde São Mateus
Av. Santos Dumont, 5753, Sala 206
Fortaleza - Ceará - Brasil
Fone/Fax: (85) 3265 8300 e (85) 3242 9263

www.centromedicodacoluna.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário