segunda-feira, 30 de agosto de 2010

SALTO ALTO PODE SER RUIM PARA COLUNA


O salto alto é conhecido como item de elegância pra mulher, mas as consequências podem ser irreparáveis.


O uso se reflete na pisada, no joelho, na tíbia, no quadril e claro, na coluna vertebral. Estudos afirmam ainda que o uso contínuo faz com que os músculos da panturrilha se encolham e se atrofiem, por isso quem usa sempre, sente dores ao usar sapato baixo.

Não interessa se é plataforma, agulha ou anabela, se tiver mais de 3 cm já começa a causar problemas físicos, e claro, quanto mais cedo começar a usar, mais cedo começam os efeitos colaterais.

O ideal é 2 a 3 cm acima do piso (por isso as rasteiras também são contra-indicadas pois causam muito impacto), e deixar os saltos mais altos para eventos esporádicos, e ainda sempre alongar a batata da perna, aquele alongamento feito com corda ou fita, deitada de costas e esticando a perna pra cima com essa ajuda.

Os saltos altos não dão estabilidade porque mudam o centro de gravidade pra frente, e ainda são grandes causadores dos entorses, além da fascite plantar, e os primeiros sintomas são dores no calcanhar, nas pernas e na coluna lombar.

Pra melhorar ainda mais o conforto e a saúde da coluna e geral, além de descer do salto, pode-se fazer um relaxamento com bolinhas de gude… rolando o pé…, ou o famoso escalda-pés e massagens.


Algumas dicas para escolher o calçado ideal:

- deve-se deixar um dedinho de folga entre o último dedo e a ponta do calçado;
- experimentar no final do dia, pois o pé incha ao longo do dia;
- experimentar sempre os 2 pés;
- andar com os 2 pés simulando sua caminhada normal;
- se o bico for fino, não deve apertar os dedos;
- solado o mais flexível possível;
- solado sempre anti-derrapante;
- nem largo, nem apertado: confortável;
- não ser de material duro;
- e… claro, preste atenção na altura do salto: não mais de 3 cm e não rasteirinha!

Tanto saltos muito altos, ou calçados sem salto nenhum (as rasteirinhas) podem ser prejudiciais à coluna vertebral, mas claro, não precisa ser tão radical, dá pra ter os 2 tipos mesmo assim, sómente cautela no uso... dá pra seguir a dica de levar sempre um mais confortável no carro, ou pra ir pro trabalho... pra viajar, e levar outro de salto ou rasteirinha e trocar no tempo ideal.


Distribuição do peso nos pés conforme a altura do salto:




Fonte: www.colunalegal.com.br


Centro Médico da Coluna Vertebral
Torre Saúde São Mateus
Av. Santos Dumont, 5753, Sala 206
Fortaleza - Ceará - Brasil
Fone/Fax: (85) 3265 8300 e (85) 3242 9263
http://www.centromedicodacoluna.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário